Quem Somos / História

Histórico

1977

A SAI é fundada pelos primeiros proprietários do bairro, que se uniram para impedir que Itamambuca virasse praia de campistas.

1989

A SAI ganha a ação judicial movida contra a Prefeitura Municipal, que pretendia construir 11 quiosques sobre a vegetação costeira de preservação permanente.

1995-98

Após Inúmeras denuncias ao DEPRN, CETESB e Ministério Publico de Ubatuba, a SAI consegue salvar o rio Itamambuca da retirada ilegal de Seixos, promovida por tratores e dragas da prefeitura. As pedras retiradas do Itamambuca podem ser vistas na amurada construída por toda a extensão das praias do Cruzeiro e Itagua.

1997

A SAI inaugura a sua sede na avenida central do loteamento. Esta construção é um marco na história da SAI. Foi projetada para suportar o crescimento sustentável da SAI dando possibilidades a uma prestação de serviços de alta qualidade aos associados e desenvolver projetos comunitários com o intuito de melhorar a qualidade de vida da comunidade.

1998

A entidade torna-se assistente do Ministério Publico na questão do embargo do “prolongamento do Loteamento Praia de Itamambuca” Processo nº. 308/98, que tramita na 1ª Vara Cível de Ubatuba, Feito sem a devida autorização dos órgãos competentes, tal prolongamento .suprimiu parte da vegetação, curso d’agua e mangue, com aterros.

2000

Lançamento da campanha "SALVE ITAMAMBUCA", pela poluição do Rio Itamambuca, vitima de despejo de esgoto domestico "in natura", por moradias erguidas clandestinamente as margens do rio e seus afluentes.

2001

Visando a recuperação do jundu, a SAI conseguiu retirar da areia os três barzinhos do lado direito da praia, que hoje seguem um padrão arquitetônico compatível com a paisagem. Compra e instalação de quase 500 metros de tubulação, para levar mais agua até a barragem e melhorar o abastecimento(a operação só entrou em funcionamento em 2003, depois que a SABESP instalou a bomba que transporta a água, mas a medida perdeu o efeito, devido ao maior números de moradias e à redução dos mananciais).

2003

Inauguração do viveiro de espécies nativas, para dar seqüência ao projeto de replantio de jundu, vegetação que se fixa na areia e impede a erosão, e de recuperação das áreas verdes e do canteiro central do loteamento.

Implantação do programa de Coleta Seletiva, com o objetivo de minimizar o volume de lixo enviado para o aterro, já saturado, de Ubatuba. No primeiro ano, foram separadas 20 toneladas de materiais recicláveis.

2004

A SAI participa do estudo e discussão do projeto de lei de Uso e Ocupação do Solo, e propões alterações no texto com a finalidade de definir um zoneamento coerente e adequado para Ubatuba e, principalmente, para a região de Itamambuca. A Entidade luta pela preservação de característica estritamente residencial do loteamento , mantendo ação contra duas das pousadas existentes.

2005

A SAI retoma o Projeto de Educação Ambiental “ Na Trilha do Mangue”, que estava paralisado, com a participação de alunos das Escolas Municipais Honor Figueira de Itamambuca e José Belarmino do Puruba

A SAI planta durante o ano, 778 mudas de vegetação nativa no loteamento.

A SAI, em Julho de 2005 foi declarada de Entidade de Utilidade Pública pela Prefeitura Municipal de Ubatuba – Lei 2680 de 14/06/2005.

2006

A SAI encerra o Projeto de Educação Ambiental "Na Trilha do Mangue", iniciado em 2003 e retomado em 2005, onde 582 alunos das escolas envolvidas, Honor Figueira, de Itamambuca e José Belarmino, do Puruba, participaram do projeto.

A SAI adquire uma moto zero quilometro, para substituir uma moto ano 2002 afim de melhorar o serviço de patrulhamento nas ruas e avenida.

2007

Tem inicio o asfaltamento da via de saída do loteamento. Serviço feito pela Prefeitura, antiga solicitação da SAI.

A SAI consegue a vinda ao loteamento da Unidade Movel de Castração de Cães e Gatos, que ficou sediada ao lado de nossa sede, tendo realizado grande numero de castração de animais, tanto do loteamento como do entorno.

A SAI inaugura a Base Comunitária, localizada no bico do triangulo de entrada do loteamento, que alem de melhor a verificação de entrada e saída de veículos e pedestres no loteamento, sedia também a Policia Militar durante a temporada.

A SAI, em parceria com a Escola Municipal Honor Figueira e outros voluntários, participa do 2º. Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias.

2008

A SAI coloca lixeiras, tubos de concreto, em todos os balões, todos devidamente pintados e com o numero das ruas, para melhor identificação por parte dos moradores, veranistas e visitantes.

A SAI executa a troca dos bags para coleta de material reciclável, agora feitos com eucalipto tratado. Sendo colocados 4 no lado par e 4 no lado impar do loteamento.

A SAI adquire um veiculo Ford Courier, para melhorar o serviço de manutenção no loteamento, sendo utilizada principalmente na coleta de entulho para colocação nos buracos da ruas, e coleta de lixo verde.

2009

Efetuamos a troca das motos por 3 pop 100 da Honda, todas zero quilometro, para melhor patrulhamento do loteamento.

Aquisição de 5 novos rádios comunicadores, marca Motorola EP 450 - saindo do esquema de locação e efetuando o devido registro na ANATEL.

Colocadas lixeiras nos pontos de ônibus localizados na entrada do loteamento e a Prefeitura instalou cobertura no ponto sentido São Paulo/Rio de Janeiro, favorecendo aos usuários do transporte coletivo.

Instalados dois bicicletarios na entrada do loteamento, próximo a guarita em parceria com o Mercadinho do Primata.

Inaugurada em Julho de 2009 a Biblioteca Comunitária "Aldhemar José de Freitas".

Efetuada a troca dos uniformes dos vigias e adquirido os uniformes dos funcionários da manutenção.

Iniciado em 2009, em parceria entre a Associação Amigos de Itamambuca (SAI), a Associação dos Amigos e Moradores de Itamambuca (SAMITA), Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (CETESB) e Comitê das Bacias Hidrográficas do Litoral Norte (CBH-LN), com diretrizes para o saneamento da bacia de Itamambuca, envolvendo membros de todas as associações de moradores dos bairros que compõem a nossa bacia: Morro do Tiagão, Sertão de Itamambuca, Casanga, Ranário, Indaiá, Vila, Recanto Itamambuca Asa Branca e Loteamento. Uma iniciativa inédita e histórica, em que todos os envolvidos e principais interessados na preservação de nossas águas vão trabalhar juntos e de maneira estruturada para identificar as fontes de problemas dentro de seus bairros e levar as soluções caso a caso.

Acompanhe o passo-a-passo do plano

2010

2011


htpp://www.transpiracao.com.br

© 2017 - SAI - Todos os direitos reservados